domingo, 9 de março de 2008

Receita de Risotto de Filé


Como eu disse, eu e o marido fomos jantar na sexta à noite no Tutto Riso. Mas meu amado não é muito chegado em alecrim, o que me levou a fazer risoto ontem à noite, tentando repetir o prato do restaurante, mas sem os alecrins. Não é que ficou delicioso??
Eu acho risotto uma coisa relativamente fácil de fazer, mas demanda que você fique acompanhando o cozimento o tempo inteiro, sob pena de queimar ou passar do ponto.
Essa receita foi a que eu inventei ontem, para duas pessoas.

- 1 xícara de arroz arbóreo
- 1 cubo de manteiga com sal
- xícara de vinho branco seco
- 2 tabletinhos de caldo de galinha (se preferir, use de carne)
- 1 cebolinha pequena, picadinha
- um dente de alho, ou uma colher de sobremesa de alho picado pronto
- azeite de oliva
- sal
- pimenta do reino em pó (eu usei um mix com cominho, que comprei pronto no supermercado)
- noz moscada em pó
- 3 bifes de filé mignon (médios), picados em pedaços pequenos
- um pedaço de queijo gouda picado, que caiba na palma da mão
- creme de leite (usei meia caixinha da Parmalat)

Eu faço assim: coloco meia leiteira de água para ferver com os tabletes de caldo de galinha. Coloquei bastante azeite de oliva numa panela para fritar a carne que temperei com o sal, a pimenta com cominho e a noz moscada (não exagere). Quando a carne estiver quase sem caldo, adicione o alho e cebola para fritar junto. Depois coloque o arroz, com o cubo de manteiga, frite um pouco, adicione a xícara de vinho e vá mexendo, até o vinho começar a evaporar. Adicione metade do caldo de galinha, abaixe o fogo e deixe cozinhar, mexendo de quando em quando. Quando estiver secando, adicione o restante do caldo de galinha e vá mexendo. O arroz arbóreo fica branquinho quando está pronto, você tem que cuidar o ponto e não pode deixar secar completamente. Daí acrescente o queijo gouda picado, mexa até derreter e para finalizar, coloque o creme de leite, mexendo bem até misturar tudo e desligue o fogo. Voilá!

Sirva com um fio de azeite de oliva e queijo ralado. E um bom vinho branco seco, bem geladinho.

(No risotto do Tutto Riso, além do alecrim, tinha também champignon, que você pode adicionar no final do cozimento, se quiser)

5 comentários:

Rennot disse...

Sexta-feira, de Porto a Urugüaina tempo de sobra pra pensar, coloquei o Drexler no player e pude conferir a dica, doze segundos de obscuridade e foram horas bem tranqüilas, depois que fui ver que era o cara da música de "diários de motocicleta", muito boa a dica, gostei da poesia e da música. Gostei principalmente de "disneylandia". Valeu.

Gabriel Gama disse...

obrigado pela receita e pela dica do restaurante. quando eu melhorar da gastrite, vou experimentar.
abraço!

Dani disse...

Delíciaaaaa.
Vou fazer um dia...

Carol disse...

Que gostoso!! Quando eu sair da dieta, quero experimentar!

Gabriel (Sir DoRêgo) disse...

valeu pela receita....vamos tentar fazer por aqui...quer dizer vou tentar fazer sem a carne...mas ainda assim acho que vai ficar interessante...