quarta-feira, 10 de maio de 2006

Coisas que só um pai ruim faz por você



Contei esta anedota para a Guiga, e resolvi repetir aqui. A história é real, aconteceu comigo, acreditem! Hoje em dia eu acho engraçado, mas na ocasião eu fiquei muuuito triste.
Acho que já coloquei essa foto minha no outro blog, não lembro, vai de novo, para situar os leitores no tempo e na história.
Pois bem, tinha eu lá uns 3 ou 4 anos. Morávamos numa casa. Minha mãe me deu uma vassourinha de palha, de presente, para eu brincar de casinha. Adorei aquilo. Passava as tardes brincando de casinha e varrendo o pátio.

Um desses dias, um dia qualquer, em que eu estava lá, pequenina e solitária (não lembro da minha irmã me acompanhar nessas brincadeiras), varrendo o pátio, meu pai chegou, meu pai, este sujeito a quem devo (minha única dívida com ele, diga-se de passagem) 50% dos meus genes, a quem agradeço pela cor dos meus olhos e por não ter culotes (minha mãe e minha irmã são magérrimas, mas têm culotes, e se elas lerem isso aqui, estou frita!)... então, chega este ser, que devia estar bêbado, e vem sorrindo na minha direção.

Não sei o que eu pensei na minha cabeça infantil. De qualquer forma, ele veio, tirou a vassourinha das minhas mãos, quebrou no meio, e me devolveu. Eu não me lembro se chorei. Acho que fiquei tão intrigada com aquilo que devo ter ficado um bom tempo com os pedaços nas mãos sem entender direito o que se passou.

Sei que depois daquilo, nunca mais brinquei de casinha.

Então, coisas que só um pai ruim faz por você:

1) nunca mais brinquei de casinha e, talvez por isso, eu não tenha que varrer chão hoje em dia;

2) tornei-me uma pessoa extremamente independente, justamente por não querer ser Amélia;

3) inventei brincadeiras muito mais interessantes;

4) não, não tenho nenhum trauma nem problemas para me relacionar com as pessoas por causa disso.

Ah! E além disso, tenho várias histórias interessantes pra contar!

13 comentários:

Mi disse...

Nossa!!! Que triste isso :(
Mas talvez são essas coisas q fazem pessoas fortes..

Vai contando as histórias ai ;)


Beijos

Moni disse...

Estou levemente chocada...
Triste por um lado, mas enchergando o lado positivo desta história aí...
Bjs

~*Vica*~ disse...

Eu só tenho um pequeno problema, sempre acho que os outros não têm pai, também! Hahahaha!

Dani disse...

Tb tenho esse problema de achar que todo mundo não tem pai. Embora, teoricamente, eu tenha.
Que bom que tu soube tirar uma boa coisa disso!!!!
Beijos

Marcelino, Pane i Vino disse...

Pois é, simples, mas eficiente!!! Se assemelha a terapia do joelhaço do Analista de Bagé!!!
Beijos.

évis disse...

Olá, sou amigo da Marce. Bom receber sua visita em meu blog. Sobre o template, fui eu mesmo quem o fiz, inclusive tenho um blog meio louco em parceria com uma prima minha que o template tbm fui eu quem fiz. Se quiser conferir! HAHAH

www.dezporcento.blogger.com.br

Agora estou fazendo meu terceiro: Entrelíneas del Cotidiano... Um template com a cara da Marce, feito exclusivamente pra minha amiga que por sinal eu adoro de montão! Aguarde, em breve ele já estará no ar...

Agora sobre teu post... To chocado e minha mãe não é galinha! Capaz que teu pai quebrou a vassoura!? HAHAHA Chega ser engraçado imaginar a cena. O bom é que tu tirou isso de letra! E hoje é uma pessoa independente!

Prazer em "conhece-la"!
Bjus, Evandro.

Dra.Daniela Mann disse...

Olá Vica,
Este blog está tão querido!
Já o adicionou ao "Páginas Amar-ela"? É só clicar no logotipo dos morangos, depois em adicionar blog e preencher o formulário!
Tinha muito gosto em ter o seu link!
Beijinhos

Luci disse...

Nossa!!! Como dizia uma amiga minha: Tô bege! Engraçado, eu só tenho lembranças boas do meu pai e acho que por isso fiquei pasma ao ler isso! Poderia esperar essa atitude da minha mãe, mas nunca do meu pai!!

Pelo menos disso tudo saíram coisas boas!!

Beijocas

Eva disse...

que história triste!

Guiga disse...

Essa história realmente é inacreditável...cena de filme...mas, para os que viram o filme Melinda e Melinda, sabemos que TUDO pode ser uma comédia ou um drama, né? A Vica hoje vê isso como algo engraçado (de tão bizarro!) e conseguiu tranformar algo ruim em algo bom!

Dá-lhe, Vica!!!

Tu só usa aspirador agora, né? Hehehehe!

~*Vica*~ disse...

Gostei desse desenho aí. Não uso aspirador, não. Eu pago e alguém limpa pra mim (bah, tri poderosa!). hehehehe

segurademim disse...

... se o sorriso era lindo e se se mantém é porque a situação não foi tão má assim...

;)

Visando a emoção pra esquecer da razão disse...

Nossa o meu pai só me traz problemas, sei bem oq é isso, ainda o meu caso é pior pq estudo e o dinheiro é pouco e tenho q morar no mesmo teto que ele, a minha vó q paga as contas e ele é um zerado, que nao pensa em fazer nada construtivo na vida dele, vive invejando oq as pessoas têm!!
Olha. Ele chegou bebado em casa esses dias, chegou me batendo e falando q tinha visto um cara saindo da minha casa, mas não tinha ninguém, ele cuspiu na minha cara, me trancou em casa, pegou faca e tudo, é horrivel, nossa eu estou farta já.
Uma vez quando fiz 18 anos ele pegou meu cpf e pediu p uma amihga dele fazer uma conta telefonica no meu nome, enfim, gastou mais de 2.000,00 reais e nao pagou, tirou um carro no meu nome e tomou um monte de multas , nao pagou, nossa ele me atrapalha, acabo ficando nervosa, não conseguindo ter exito nas coisas q faço. Ele é um peso, não caberia tudo em um livro. E a minha vó vive passando a mão na cabeça dele, terrivel, pq se eu falo alguma coisa eu saiu como a ruim, pq ele é doente. NA BOA QUEM USA DROGAS E BEBE NÂO TEM DOENÇA NENHUMA< isso é falta de vergonha na cara!!