quinta-feira, 25 de junho de 2009

Sutilmente


Ouvi ontem na rádio e gostei muito. Há muito tempo eu não gostava de nenhuma música brasileira. Eu detesto Nando Reis, mas ele é um bom letrista.

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

3 comentários:

Dani disse...

Oi Vicaaa
Linda letra..
nando não canta nada mesmo.
hahahahaha
beijos

Dani R ou..faxina..hahaha

G.D. disse...

Eu acho esse cara FODA.

Andou meio "arroz de festa" na discoteca de pessoas que gostam de "boa mpB" (risos...das pessoas que ainda acham que escutar Nando Reis seria atestado de "in" e "ligado" em musica nacional).

Mas ainda assim, muito bom. Tinha mais que sair dos estagnados (ha uns 17 anos) Titas, mesmo, para compor sozinho coisas como essa lindeza.

AdriB. disse...

sou do contra: adooooro nando reis.