terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Comida para pensamento


"Toda vez que tentei me adequar à realidade fui extremamente infeliz. Você começa a pensar nas dificuldades, em tudo que pode dar errado... É a sabedoria dos medíocres. A segurança, o bom senso. Você não pode ousar, tentar fazer diferente. Quando você depende do reconhecimento alheio é uma merda. Você não pode simplesmente existir, a sociedade é que tem que dizer que você merece existir e ser feliz. E é nisso aí que os medíocres dominam, porque eles são a maioria. Então, isso aqui virou o Império da Mediocridade. Bom é ser igual, bom é ser ruim. É por isso que rapidamente o sujeito tem que ser capaz de desenvolver um certo cinismo pra poder sobreviver. O cinismo é como uma vacina. Na vacina, a pessoa é infectada por um vírus inócuo pra desenvolver a imunidade contra o vírus de verdade. O cinismo é assim: você fica meio acanalhado pra poder não adoecer no contato com a canalhice. O sujeito chega aos 30 anos e já é um amargurado, pelo simples fato de ser brasileiro. Porque ele vive numa realidade que é antibiótica, massacrante". (os grifos são meus)

Chupado daqui.

2 comentários:

Dani disse...

Que grande merda né?
Hahahahahaha
Um beijão!

Dani

pablodelarocha disse...

bah, adorei esse curta
nunca tinha ouvido falar... por vezes parece tudo meio decorado, mas o texto é mto bom de qqer forma

valeu a dica!