quarta-feira, 8 de novembro de 2006

Pipoca e guaraná, que programa legal...


Dias de feira do livro são sempre acompanhados de pipoca. O cheirinho delas sobe até o 14o andar, onde eu trabalho, e tomam conta do ambiente. Há dias eu estava louca de vontade de comer pipocas, mas passava reto. Hoje eu resolvi comprar uma pipoquinha. Dia longo, estressante, pra variar, tô atolada de trabalho...
Peguei minha pipoca doce, fui pra um dos melhores lugares do mundo: o salão de cabelereiros! Cheguei lá, o Tiago tava atirado numa cadeira, loirérrimo!! Achei que nem era ele. Me diz (já pegando da minha pipoca): tô com medo de perder o bofe! E se ele não gostar??
Ai, eu me divirto com esse meu cabelereiro! Além de ser ótimo no que faz, é engraçadérrimo. Muito divertido mesmo. Até em centro espírita a gente já foi junto. E não paramos de rir.
Amigo de infância do meu amado, ex-namorado de uma amigona (quando ele pensava ser hétero... hauhauahauahuaha), eu o conheci quando ele trabalhava no salão de uma outra amiga. Esse mundinho é muito pequeno mesmo.
Então saio renovada de lá, cabelo cortado pra lá de fashion (na verdade, não mudou muito, mas ficou ótimo, como sempre), e vou pra BOSTA do Nacional Rua da Praia Shopping prá comprar um pouco de queijo e presunto e quase dou num cara que ficou batendo com o carrinho em mim na fila dos FIAMBRES. Puta que o pariu!! (Eu, ainda por cima, ouvi isso de uma cliente no telefone hoje, ninguém merece gente grossa...). Fiquei com vontade de enfiar a mão na cara dele, dizer: tchê! Qual teu problema?? Eu sou invisível por acaso?? Mas ao invés disso, dei uma olhada tão feia, mas tão feia, que a namorada dele se botou na frente do carrinho e ficou segurando, pra impedir o cara de bater a porcaria em mim...
Não bastasse isso, as filas homéricas daquela naba. Ninguém merece aquele mercadinho de quinta... mas é o que tem mais perto... podre do jeito que eu tava, de jeito nenhum que eu ia caminhar até o Zaffari. No way.
O tempo louquíssimo em Porto Alegre, pra variar esse clima de sobreviventes... 13oC de manhã... 34oC de tarde... agora já tá frio de novo. Ninguém merece!
Minha esperança e luz no final do túnel são minhas tão sonhadas férias na praia chegando... 10 dias de sol e mar e amor, se Deus quiser e o Diabo deixar!

2 comentários:

lilly disse...

hahah
é verdade, aquele Nacional é muito nojentinho.
e eu acho q nunca vou me acostumar com esse tempo louco daqui, as 4 estações no mesmo dia!

Dani F. disse...

HAHAHAHA
ADOREI O RELATO NACIONAL..ETA SUPER PORCARIA AQUELA LÁ DO CENTRO...É DE ÚLTIMA...
MAS AQUI PERTO DE CASA TEM UMA FILIAL QUE NÃO FICA ATRÁS...
HAHAHA
COISA DE BAIRRO
ENTÃO CORTOU? EU TÔ PELADA E MAL PAGA..NÃO POSSO ESTE MÊS NEM PENSAR EM NADA..VOU TENTAR NO OUTRO..
HAHAHA
BEIJÃO VICAAA