terça-feira, 24 de julho de 2007

Cansaço...


Tenho andado cansada pra caramba. Muito trabalho. O problema do trabalho mental, na minha opinião, é que ele cansa muito mais do que o físico. O físico é uma benção ao intelecto. Trabalho braçal, desde o mais trivial (lavar a louça) ao mais pesado (estiva), limpa a mente e previne pensamentos maus, pensamentos bobos, pensamentos tristes, pensamentos preocupados... Porque do trabalho mental é difícil desligar-se... a gente fica pensando, pensando, nas coisas que fez, nas que tem que fazer, prazos, prazos, prazos...

Eu só penso em férias. Eu só falo em férias. Eu não assisto tv. Eu só trabalho, mesmo quando estou fora do trabalho, estou pensando em trabalho, estou trabalhando... Porque eu quero ganhar mais, eu preciso ganhar mais, eu quero comprar todas essas coisas que eu quero comprar e não tenho nenhum problema em admitir que sou consumista (você também é, admita!), e nós queremos comprar um carrinho, nada melhor que ser burguês.

E eu tenho mesmo que ter ódio do meu ex-namorado porque o olho dele no meu processinho fez o troço parar, simplesmente parar, há mais de 2 meses parado na p. da vara do trabalho de São Léo, só pode ser urucubaca daquele desgraçado-recalcado-despeitado-demente! E esse cretino, ainda por cima, teve a cara-de-pau de me oferecer cerveja no aniversário do meu afilhado, depois de eu ter cumprimentado toda a família dele, sem sequer olhar na cara feia dele, ele ainda se fez de 'educadinho', mesmo eu tendo toda vida dito que achava o cúmulo servirem cerveja em aniversário de criança... criatura nojenta! Virou parede, como diz a Dani. Deletei da minha vida para todo o sempre e a partir de agora não será, sequer, ex. Simplesmente deixou de existir, não conheço, não sei quem é. Ju, como eu já disse: ex bom, é ex morto. Me sinto bem melhor agora que 'o matei' da minha vida.

E isso de não ter um cabelereiro bonzinho que me adote está me deprimindo, deprimindo, deprimindo... resolvi seguir o conselho da dona Faxina e vou marcar hora com o tal 'Elison'. Adri, vou desistir da dona Michi, porque, ô moça difícil!

5 comentários:

Dani disse...

HAHAHAHA
QUE RESPONSA VICAAAAA
TOMARA QUE O ELISON SEJA O CARA CONTIGO..
PUTZ SENÃO TEREI QUE FAZER PERUCA DO MEU CABELO E TE DAR...
HAHAHAHAHA
SORTE
VAI LÁ E EXPLICA BEM O QUE QUERES E CONVERSA COM ELE ACHA..O CARA SEMPRE ACERTOU...
BEIJOS

Marcelino, Pane i Vino disse...

Deletar é um verbo recente, mas tem muito a ver com a vida que a gente leva, né?
Beijos.

~*Vica*~ disse...

Esse eu não deletei, matei mesmo, mentalmente, e mais de uma vez, e sempre de maneira cruel.

JL disse...

Bolas, que violenta que estás, amiga ;-).
Usaste muitos parágrafos falar falar desse ex que já não existe :-).
Beijocas grandes

~*Vica*~ disse...

Pois é, amigo, usei muitos parágrafos porque precisava matá-lo. Agora me sinto melhor. Que bom te ver aqui!! Beijos.