domingo, 11 de julho de 2010

Le Petit Nicolas

Ontem fomos assistir esse filme no Guion Center, ali no Nova Olaria, na Lima e Silva. É uma graça de filme! Divertido, leve, com criancinhas fofas que falam francês! O Pequeno Nicolau é uma história em quadrinhos muito popular na França (muito popular mesmo, é como a Mafalda na Argentina). O filme mostra algumas das aventuras da personagem e de seus amiguinhos. Mas todo elenco é ótimo, inclusive os adultos. Vale muito a pena assistir.

E pra quem gosta de cinema, ainda dá tempo de aproveitar o Fantaspoa 2010. A seleção tá bem eclética, até comédia romântica tem. Tem uns filmes violentos demais, na minha opinião, mas tem outros que parecem muito bons. Vai até dia 18/07, próximo domingo, com sessões no Santander, no CineBancários e na Sala PF Gastal (Gasômetro).

Finalmente terminei de ler Frenêsi Polissilábico, do Nick Hornby. Foi uma leitura prazerosa, um livro sobre livros, bem interessante. Mais parece que ele está conversando com o leitor, tem bons momentos de crítica literária, e outros de besteirol total. Mas eu já tinha muitos e muitos livros na minha lista de leitura mental, e agora tenho outros tantos mais, graças ao Hornby. Espero que Borges esteja certo, e depois que eu morrer, meu paraíso, ou mesmo meu limbo, seja uma biblioteca. Claro, há dias em que a gente prefere fazer outras coisas a ler. É preciso viver, não é mesmo? Mas a leitura é algo essencial para mim, não sei viver sem.
Agora tenho que terminar o Prozac Nation, e já deixei No Coração das Trevas na espera, que esse livro é do desafio literário. Ando meio relapsa com o desafio, eu sei, mas já li bastante dos títulos da minha lista.
Em julho, eu deveria ler um livro que foi adaptado para o cinema. Escolhi About a Boy e deixei O Guia do Mochileiro das Galáxias como reserva. Bom, eu não li About a Boy, apesar de ter o livro, e só vi o filme. Mas li O Guia do Mochileiro das Galáxias há meses já, e ainda não vi o filme. Depois vou resenhar o Guia, que é um livro bem legal.

Um comentário:

Dani disse...

Mudastes.
Gostei.
saudade.
Andamos tão diferentes...
Bom não?
beijos

Faxina